Visibilidade Trans e seu dia: quem são?


O dia 29 de janeiro, no Brasil, é marcado pelo dia da Visibilidade Trans, sendo essa uma data marcada com a proposta de ser reconhecida para marcar a luta de pessoas transgêneras ao qual incluem travestis e transexuais pelo respeito de sua integridade, identidade de gênero, orientação sexual e direitos básicos que são, comumente, negados aos mesmos pela sociedade.
Segundo a ONG Transgender Europe (TGEU), o Brasil é o pais que mais mata travestis e transexuais no mundo, totalizando 144 vítimas em 2016. Utilizando-se dos Estados Unidos como medida de comparação, tiveram-se 21 trans assassinados no ano passado. Outro ponto levantado neste texto do site Midiorama é que a expectativa de vida da população transsexual do Brasil é em torno dos 35 anos, enquanto a média brasileira é de 73 anos. Diante deste contexto, a promoção da visibilidade trans é urgente para humanizar e gerar o debate em torno dessa parte da população que é cruelmente excluída. 
Marcando o dia da Visibilidade Trans, a Coordenadoria Municipal de Diversidade Sexual (CEDS-RJ) da Prefeitura do Rio, recria o "Projeto Damas", ao qual tem como objetivo recolocar profissionais trans no mercado de trabalho. Sejam socialmente mulheres, travestis ou transexuais aos quais, por preconceito, são marginalizadas, ou seja, colocadas a margem da sociedade e excluidas como cidadãs. Assim como toda a prefeitura, a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (CEDS) está sendo totalmente reestruturada com o intuito de progredir com as demandas do segmento LGBT. A metodologia pedagógica do Projeto Damas e suas ações estão sendo revistos, também se aliando a outras secretarias e órgãos.
Uma websérie foi criada com o intuito de promover esse dia e a visibilidade trans. A mesma conta a história de seis brasileiros transexuais e travestis que receberam assistência no Sistema Único de Saúde (SUS) durante o processo. O lançamento será em Brasilia, na quarta-feira (25) de janeiro.
A visibilidade trans é uma questão que deve ser problematizada afim de que essas pessoas sejam tratadas não somente como trans, mas principalmente como qualquer outro. Afinal, transexualidade é algo normal e deve ser tratado como tal.

#Skar
Visibilidade Trans e seu dia: quem são? Visibilidade Trans e seu dia: quem são? Reviewed by The TakeUm on janeiro 30, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.