Uma passeata com ares desagradaveis

Manifestantes carregando tochas marcam a história de grupos supremacistas como a Ku Klux Klan (Foto: Reuters)


Uma passeata com ares desagradaveis

Durante a Guerra Civil do país (1861-1865), os chamados Estados Confederados, do sul americano, buscaram independência para impedir a abolição da escravatura. Atualmente, várias cidades americanas vêm retirando homenagens a militares confederados - o que tem gerado alívio, de um lado, e fúria, de outro.

Uma passeata ocorreu na cidade de Charlottesville, no estado americano de Virginia no dia 11/08/2017 e tinha como intuito demonstrar o descontentamento sobre a retirada da estátua do general confederado Robert E. Lee de um parque municipal.
O protesto teve como integrantes extremistas, neonazistas e, incrivelmente, membros da KKK (Ku Klux Klan).
Participando desse movimento, pessoas carregavam bandeiras dos confederados e gritavam palavras de ordem em direção aos judeus, negros, homossexuais e imigrantes, frases estas como: "Vidas brancas importam" (fazendo uma oposição ao movimento chamado "Black Lives Matter"); "Vocês não vão nos substituir" em direção aos imigrantes e "Fodam-se, bixas" referindo-se aos homossexuais.
A situação mais grave do confronto aconteceu quando um carro acelerou contra uma multidão de antifascistas que haviam ocupado o local onde ocorreria um novo protesto marcado para este sábado pelos neonazistas. 
O conflito nos Estados Unidos levou a prefeitura da cidade a declarar estado de emergência e citar o ato como uma "iminente guerra civil" em Publicação no Twitter. De acordo com informações divulgadas pelo polícia do Estado de Virgínia, foi realizada a detenção de alguns manifestantes.

Movimentos de ódio
Neonazistas desfilam em cidade norte-americana na sexta (11); estado da Virgínia emitiu alerta após protestos

"'Sim, eu sou nazista, eu sou nazista, sim', afirmou um homem, em frente à reportagem, durante uma discussão com um dos membros do grupo opositor."
Ao contrário das especulações anteriores, a marcha incluiu muitas mulheres, que também seguravam tochas aos quais são o simbolo utilizado por uma mílicia especializada em linchamentos bem conhecida - a Ku Klux Klan.
Como anteriormente apresentado, o discurso de ódio é amplamente utilizado por estes grupos com o intuito de denegrir, machucar e inferiorizar outros e ainda se é a chave para o prosseguimento dessa ideia deturpada de "superioridade ariana" criada por Hitler no Terceiro Reich. 
Estimulado por ideologias fanáticas e nebulosas, simplesmente fora da realidade, grupos de neonazistas acumulam-se em várias regiões dos EUA e, inevitavelmente, da Terra. Segundo dados, existem cerca de 60 grupos espalhados pela Flórida enquanto que na California este numero passa de 70.
Marchas como esta são amparadas pela primeira emenda da constituição americana, ao qual garante liberdade de expressão a todos portanto o que se pode fazer sem que se fira os direitos constitucionais dessas pessoas é ínfimo.
#Skar

Uma passeata com ares desagradaveis Uma passeata com ares desagradaveis Reviewed by The TakeUm on agosto 21, 2017 Rating: 5

Tag: 50 tons de livros!

Tag 50 tons de livros Olá :3, estou escrevendo hoje para postar a tag 50 tons de livros, criada pela Michelle do blog  Garota Agri...

Tecnologia do Blogger.